Quase 29 mil endereços com o domínio .pt foram registados durante a semana que se seguiu à liberalização do acesso ao domínio para qualquer empresa ou particular, anunciou a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), num comunicado oficial.

De acordo com a informação avançada pela entidade responsável pela gestão das propostas para criação de endereços Web com o sufixo referente a Portugal, foram registados 28.984 novos domínios com referência ao país.

A "explosão" aconteceu logo no primeiro dia, 1 de maio. Apesar de ser feriado, a FCCN registou 18.220 novos domínios, como o TeK avançou no dia seguinte.

Os valores ficaram acima do previsto, afirmou o presidente da FCCN, Pedro Veiga, citado no comunicado oficial emitido ontem, defendendo que os números "revelam o interesse e pertinência desta medida".

"A partir de agora, estamos alinhados com os padrões internacionais ao nível do registo de domínios", acrescentou Pedro Veiga, que realçou a importância de manter competitivos os domínios referentes ao país, numa altura em que o ICANN abriu portas ao registo de novos domínios genéricos.

As regras que entraram em vigor este mês fazem com que qualquer pessoa ou empresa possa registar um domínio .pt sem necessitar de ter uma marca registada. Mantém-se porém restrições como a que impede o registo de nomes que contenham "palavras ou expressões abusivas e contrárias à lei, ordem pública e bons costumes".

Atualmente, ter um domínio terminado em .pt custa 22 euros por ano, ou 65 euros por cinco anos (o que se traduz em 13 euros por ano). Quem opta por um endereço terminado em .com paga cerca de 8 euros ao ano.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.