Analisando mais de mil milhões de atualizações da rede social criada por Mark Zuckerberg, entre janeiro de 2009 e março de 2012, investigadores da Universidade da Califórnia, nos EUA, concluíram que as mensagens negativas geram outras negativas, enquanto os posts positivos conduzem a outros igualmente otimistas, mas de forma mais influente e contagiante.

Atendendo à grande quantidade de publicações abrangidas, foi usado um programa informático que avaliava o conteúdo emocional de cada mensagem. No teste foi investigada a relação de causalidade, sendo a chuva usada como variável para medir o efeito dos textos.

Segundo os investigadores, a pesquisa foi restrita a amigos de diferentes cidades onde não chovia, de forma a garantir que não era o fenómeno natural a influenciar diretamente as mensagens publicadas.

Com base nestas premissas, os resultados mostraram que o estado de espírito de utilizadores do Facebook que estavam em cidades onde chovia podia influenciar o estado de espírito de utilizadores localizados noutras regiões.

Quando chove, o teor das mensagens aumenta em 1,16% o número de posts negativos gerados e reduz em 1,19% os otimistas. Já quando faz sol são gerados mais 1,75% publicações positivas extra.

"O nosso estudo sugere que as pessoas não estão apenas a escolher pessoas parecidas consigo para se ligarem, mas estão também a mudar os seus estados de espírito", referem os responsáveis pela análise, publicada no jornal científico Plos One. "OS dados que recolhemos têm poder suficiente para mostrar que as emoções se disseminam online e que as positivas se difundem mais que as negativas".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.