O grupo ativista Avaaz publicou um relatório onde fala sobre a desinformação que circula no Facebook, particularmente em posts sobre saúde. O documento defende que a rede social não tem conseguido manter os utilizadores seguros e devidamente informados durante a pandemia e sugere que as comunidades anti-vacinas, bem como os grupos que se formam em torno de teorias da conspiração, estão a crescer na plataforma.

Segundo o Avaaz, conteúdos que propagam informações falsas, ou imprecisas, sobre saúde, foram vistos mais de 3,8 mil milhões de vezes ao longo de 2019, mas as interações cresceram exponencialmente durante a pandemia. A investigação tratou 82 websites conhecidos por disseminar informações enganadoras sobre temas ligados à saúde e concluiu que estes tiveram cerca de 460 milhões de visualizações só em abril deste ano.

tek stats
Visualizações estimadas registadas por conteúdos sobre saúde, provenientes de fontes oficiais vs. sites disseminadores de informação enganosa, em 2020, no Facebook.

O grupo indica que estas 82 páginas são apenas uma amostra e acredita que embora o alcance delas seja amplificado por páginas, perfis e grupos do Facebook, o problema é destacado sob uma estimativa conservadora. Em resposta ao relatório, o Facebook afirmou que as conclusões apresentadas "não refletem os passos dados" para mitigar o problema.

O Avaaz acredita que a gravidade do problema fica percetível quando comparamos as visualizações que os conteúdos destes sites tiveram, ao longo do último ano, com a mesma métrica registada pelos conteúdos elaborados por 10 das maiores organizações de saúde do mundo inteiro. Neste último grupo estão a Organização Mundial de Saúde e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, por exemplo.

Note que, em março, o conteúdo não oficial foi visualizado mais de 124 milhões de vezes, ao passo que o oficial apenas registou 55 milhões de visualizações. Durante a pior fase pandémica, em abril, as fontes fidedignas alcançaram a marca das 71 milhões de visualizações e os sites não oficiais, 296 milhões.

O relatório pode ser lido na íntegra no site da Avaaz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.