Há já algum tempo que se tem vindo a testemunhar um claro afastamento do Facebook do paradigma de mera rede social e de comunicação entre os utilizadores e uma aproximação àquilo que parece cada vez mais ser uma plataforma de media e publicações noticiosas.

Mas há que referir o que ficou veio a ficar conhecido como o fenómeno das “fake news” deu azo a muita controvérsia, tanto no mundo online como no físico, e colocou em dúvida a credibilidade do Facebook enquanto plataforma difusora de notícias e informação relevante

Apesar de a rede social não dizer abertamente que este novo projeto tem como objetivo mitigar a disseminação de notícias falsas e evitar a impactos negativos na reputação do serviço, é ínfima a probabilidade de ter qualquer outro fim.

Chama-se “Facebook Journalism Project” e é composto por três principais frentes de atuação: desenvolver conteúdos noticiosos em colaboração com órgãos de comunicação social profissionais, oferecer formações para jornalistas sobre as tecnologias do Facebook, e ensinar os utilizadores a distinguirem notícias verídicas de embustes informativos.

Contudo, o Facebook assegura que esta é apenas a “ponta do icebergue” e que ainda há muito trabalho a fazer. A rede social de Mark Zuckerberg sublinha que o projeto que agora revela tem como objetivo fazer da plataforma um centro de promoção de bom jornalismo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.