Desde maio de 2016, o Facebook recolheu os contactos de email de um milhão e meio de utilizadores sem o seu conhecimento ou consentimento. A rede social de Mark Zuckerberg afirma, no entanto, que não o fez de forma intencional e garante que vai apagar os dados armazenados.

De acordo com a Business Insider, o Facebook obtinha a lista de contactos de email desses utilizadores ao abrirem uma nova conta. A descoberta foi feita por um investigador de segurança informática, que se apercebeu que a rede social estava a pedir a alguns utilizadores a palavra passe da sua conta de email pessoal para permitir a criação da conta. A razão indicada pelo Facebook para a solicitação seria verificar a identidade do utilizador.

tek fb1

A mesma fonte revelou que, se o utilizador aceitasse inserir a password, seria de seguida apresentada a indicação de que a sua lista de contactos estava a ser importada, sem que lhe tivesse sido pedida autorização prévia.

tek fb2

Um representante Facebook revelou à Business Insider que, de facto, foram recolhidos desta forma contactos de 1,5 milhões de utilizadores e introduzidos no seu sistema. Os objetivos apontados pelo Facebook seriam melhorar a segmentação da publicidade, construir a sua rede de ligações sociais e recomendar amigos para adicionar.

O mesmo representante assegurou que a rede social não acedeu ao conteúdo dos emails. No entanto, não é capaz de indicar o número total de contactos que foram obtidos desta forma, que se prevê ser na ordem das dezenas ou mesmo centenas de milhões, dependendo de quantos contactos cada utilizador que faz parte daquele milhão e meio tivesse armazenados na sua conta.

Esta é mais uma falha relacionada com a empresa de Mark Zuckerberg, que têm vindo a ser recorrentes desde o escândalo da Cambridge Analytica. Há menos de um mês, soube-se que centenas de milhões de utilizadores do Facebook viram as suas passwords guardadas em texto, sem qualquer encriptação, num documento acessível a 20 mil funcionários da empresa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.