A nova atualização de segurança do browser para Windows, Mac e Linux corrigiu quatro falhas classificadas como "importantes", o nível anterior ao expoente máximo de "crítico" e três bugs relativos ao motor de renderização V8. Abrangeu ainda a versão interna do Flash Player.

Três das vulnerabilidades importantes foram identificadas por investigadores independentes, que desta forma angariaram um total de 8.000 dólares pelo seu trabalho.

A vulnerabilidade importante remanescente foi descoberta por colaboradores da própria equipa da Google, assim como as restantes falhas.

O lançamento da correção acabou por ser feito no dia anterior ao início da conferência internacional de segurança CanSecWest, onde decorre a conhecida competição de hacking Pwn2Own, que desafia "especialistas" a encontrarem novas falhas nos programas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.