Depois de ter vindo a trabalhar nas novas políticas de privacidade há mais de 18 meses e antes de entrar em vigor o regulamento europeu, a Google revelou algumas das mais recentes medidas. A tecnológica esclarece no seu blog que, embora não haja mudanças significativas nas configurações atuais ou na forma como os dados dos utilizadores são processados, as informações de como esses dados são recolhidos e para quê serão mais claras.

Para isso, faz uso de vídeos e ilustrações explicativas, admitindo que  "uma descrição visual pode ser mais fácil de entender do que apenas texto" e onde explica que as informações  recolhidas “ajudam a prestar um melhor serviço”.

A empresa também está a melhorar e a expandir os recursos que permitem aos utilizadores a exportação dos seus dados, adicionando mais serviços da Google, incluindo um controlo de dados mais refinado e criando uma nova configuração que ajuda as pessoas a programar downloads regulares.

Os mais novos não foram deixados de fora destas atualizações, com a Google a lançar o Family Link, uma ferramenta que permite que os pais possam gerir as experiências online dos seus filhos. Aos seus parceiros de negócio, a empresa esclarece quais são as alterações realizadas nas suas políticas de privacidade.

A gigante tecnológica esclarece que a política atualizada já está disponível para leitura e que todos os seus utilizadores serão informados por email.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.