A agência de notícias Associated Press (AP) acusa a Google de guardar informação sobre a localização dos utilizadores através de muitos dos seus serviços para equipamentos Android e em iPhones, mesmo com a opção de localização suspensa.

A gigante tecnológica afirma que “existem várias maneiras diferentes de usar o Google para melhorar a experiência das pessoas, incluindo: Histórico de Localização, Actividade da Web e de aplicações e através dos Serviços de localização no dispositivo”, insistindo em declarações ao SAPO TEK que fornece  “descrições claras dessas ferramentas e controlos precisos”, pelo que os utilizadores as poderão “ativar ou desativar e excluir os seus históricos em qualquer momento”.

“As informações geográficas ajudam-nos a fornecer serviços úteis quando as pessoas interagem com os nossos produtos, tais como, resultados relevantes de pesquisa locais e previsões de tráfego”, explica a Google.

Em serviços como o Google Maps, o utilizador é recordado para que autorize o acesso à aplicação se a usar para navegar, permitindo a qualquer momento desligar a Location History e indicando que “os locais onde for não serão mais guardados”.

Google e Facebook acusados de manipular utilizadores para contornar limitações impostas pelo RGPD
Google e Facebook acusados de manipular utilizadores para contornar limitações impostas pelo RGPD
Ver artigo

No entanto, a AP garante que isso não é verdade e que mesmo com a Location History suspensa, algumas aplicações do Google guardam automaticamente os dados da localização, e respetiva data, sem pedir autorização ao utilizador.

As suspeitas da Associated Press foram confirmadas por investigadores em ciências da computação na Universidade de Princeton, nos EUA.

Recorde-se que, depois de trabalhar em novas políticas de privacidade  e antes de entrar em vigor o regulamento europeu, a Google revelou algumas medidas em matéria de políticas de privacidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.