Os termos de responsabilidade da Google vão ficar mais fáceis de ler. A empresa vai midar os atuais "contratos legais" no dia 31 de março para retirar algum do mistério em que estão envolvidos os atuais textos.

A gigante tecnológica reconhece que os documentos ainda estão redigidos com uma linguagem muito complexa e é por isso que foram endereçados esforços no sentido de os simplificar. Desta vez, a empresa recorreu a definições e links para tornar mais fácil a compreensão dos documentos.

Europa obriga Google, Facebook e Twitter a mudar termos de serviço e remover ofertas fraudulentas
Europa obriga Google, Facebook e Twitter a mudar termos de serviço e remover ofertas fraudulentas
Ver artigo

Para além deste esforço específico, a Google promete começar a comunicar melhor, de forma a que se tornem claros muitos dos termos e períodos indicados nos termos. Em adição, a empresa compromete-se a ser mais proativa na comunicação de alterações aos termos e datas importantes para a relação do utilizador com os serviços da empresa, pelo que passará a recorrer a um sistema de notificações para alertar a comunidade acerca de iminentes mudanças nos termos.

Estas primeiras alterações vão abranger o Chrome, o Chrome OS e o Google Drive.

Esta alteração visa aumentar o número de pessoas que lê, de facto, os termos de utilização que aceita, de forma a que sejam compreendidas as razões pelas quais foram feitas alterações ao contrato de utilização de um dado serviço - sempre (e quando) que isso acontecer.

A mudança não vai descansar aqueles que criticam as escolhas da empresa relativamente às suas políticas de privacidade, mas a empresa espera conseguir torná-las mais transparentes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.