A Polícia Judiciária, através da sua divisão de Évora, realizou uma busca domiciliária e deteve um homem de 31 anos em flagrante delito, pela presumível autoria de crimes relacionados a pornografia de menores. O arguido é descrito como frequentador habitual de diversas plataformas na internet de partilha de imagens e vídeos pornográficos.

O homem terá armazenado nos últimos anos diversos ficheiros que envolvem pornografia praticado por crianças menores de 14 anos. A PJ apreendeu ainda na residência do arguido diferentes equipamentos eletrónicos de armazenamento com 8 TB de capacidade, contendo milhares de ficheiros com imagens e vídeos pornográficos com menores.

Os peritos de informática da Polícia Judiciária vão examinar os conteúdos de forma a determinar a quantidade exata de ficheiros na posse do suspeito. A PJ afirma ainda que a detenção do homem resulta de uma investigação que teve originem numa sinalização efetuada por um organismo internacional.

Traçando um perfil ao suspeito detido, a PJ diz que o homem está desempregado, sem antecedentes criminais, residente no concelho de Évora. Vai ser presente a um primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

Ainda em setembro a PJ deteve uma rede de 15 homens, no âmbito da operação “3P” de combate à pornografia de menores na internet. A PJ explicou que a intervenção policial decorreu de ações de monitorização de redes peer to peer e de outras plataformas de comunicação, tanto na Internet, como na darknet, que são "ilicitamente usadas pelos suspeitos para o cometimento dos crimes de pornografia e abuso sexual de menores".

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.