O Instagram confirmou que vai passar pedir dados sobre a idade no momento do registo de novos utilizadores. A decisão surge depois de Jane Manchun Wong, investigadora e blogger da área da tecnologia, ter identificado no código da aplicação da rede social a criação de protótipos de um recurso de restrição de idade, o qual rejeitava utilizadores com menos de 13 anos.

Quando confrontado se este recurso iria ser lançado oficialmente para todos os utilizadores, o Instagram optou por não comentar. No entanto, a confirmação finalmente surgiu a 4 de dezembro, numa publicação da rede social no seu blog oficial. A partir de agora, todos os novos utilizadores terão de indicar se têm pelo menos 13 anos no momento de criação da sua conta. “Esta informação ajudará não só a prevenir que menores façam parte do Instagram, mas também a manter os jovens mais seguros e a criar experiências mais adequadas à sua idade”, elucida a rede social.

Facebook marca mais de um milhão de crianças como “interessadas” em anúncios sobre álcool e jogos de apostas
Facebook marca mais de um milhão de crianças como “interessadas” em anúncios sobre álcool e jogos de apostas
Ver artigo

O Instagram afirma que a data de aniversário indicada não será visível a outros utilizadores, sendo usada apenas para garantir, por exemplo, que utilizadores com menos de 18 anos não enviem mensagens para adultos que não conhecem ou que jovens não tenham acesso a anúncios restritos à sua idade, tal como publicidades de marcas de bebidas alcoólicas ou de jogos de apostas.

Recorde-se que a idade de utilização dos serviços online é também um dos temas centrais do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) que deu liberdade aos Estados membros europeus para definir um intervalo entre os 13 e os 16 anos de idade.

No entanto, tal como revelou Vishal Shah, Head of Product do Instagram, em entrevista à Reuters, para já a empresa não tem forma de verificar se as datas de aniversário correspondem de facto à realidade. A rede social indica que a utilização de inteligência artificial poderá ajudar no processo de verificação. O Instagram já recorre a IA para perceber padrões de uso por idade e género, contudo, Vishal Shah afirma que existe alguma relutância em utilizá-la para personalizar funcionalidades ou até determinar se alguém está a mentir sobre a sua idade.

Instagram estreia duas novas ferramentas para combater o bullying na plataforma
Instagram estreia duas novas ferramentas para combater o bullying na plataforma
Ver artigo

O Instagram anunciou ainda que introduziu mudanças no seu sistema de mensagens, as quais têm como objetivo reforçar a privacidade de quem usa a rede social. Agora os utilizadores podem escolher se querem apenas receber mensagens das pessoas que segue. A decisão inclui-se na série de alterações que a rede social fez ao longo deste ano. Em julho estreou duas novas ferramentas para combater o bullying na plataforma e, em outubro, eliminou a tab "A seguir", onde se encontravam os registos de atividade (likes, comentários, seguidores) das contas que um dado utilizador segue dentro da app.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.