A partir de hoje as condições de acessibilidade dos sites nacionais serão testadas por um utilizador invisual que, durante os próximos dez dias, terá de executar diversas tarefas online para assegurar a sua estadia dentro de uma casa em Lisboa.




Uma vez que a Internet é o único meio de contacto com o exterior, o utilizador irá tentar encomendar comida, produtos de higiene e comprar produtos culturais online, enquanto tentará manter-se informado acerca da actualidade nacional e internacional.




Entre as tarefas previstas para este primeiro dia de actividades incluem-se as primeiras compras online - um vestido para a filha e flores para a mulher -, a consulta do saldo de conta bancária, a encomenda de refeições e o abastecimento da despensa, a visita a quatro websites sugeridos e a leitura online da imprensa do dia.




A iniciativa, que é promovida pela Vector21, visa "testar o grau de info-inclusão da sociedade portuguesa e verificar igualmente os níveis de acessibilidade do comércio electrónico em Portugal" e será acompanhada diariamente pelo portal Integra21.com.




Este projecto conta ainda com o patrocínio do Presidente da República e com as parcerias da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), da Associação do Comércio Electrónico em Portugal (ACEP), da UNICRE e da Caixa Geral de Depósitos.




Notícias Relacionadas:

2007-05-11 - Invisual vai testar acessibilidade online durante 10 dias

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.