A Apple já disponibilizou o catálogo de músicas acessíveis sem tecnologias de protecção de cópia. A nova oferta vai funcionar em paralelo com a oferta já existente que restringe a utilização das faixas de música adquiridas no serviço à leitura em equipamentos da marca, os iPod.




Este novo canal de vendas chama-se iTunes Plus e distingue-se do original não apenas pela eliminação das restrições de utilização, mas também pelo preço das faixas de música aí adquiridas, que vão ter um custo unitário de 1,29 dólares, 30 cêntimos a mais que as restantes. Em comunicado a empresa informou ainda que o iTunes Plus vai oferecer melhor qualidade áudio.




O lançamento de uma oferta de música online sem restrições de utilização está alinhada com outros anúncios recentes da indústria que indicam movimentações do mercado no sentido de dar mais liberdade ao comprador de música online.




A FNAC e a Virgin também já avançaram com a disponibilização de parte do seu catálogo de músicas livre de tecnologias DRM. Mais recentemente a Amazon também deu a conhecer os seus planos para lançar ao longo deste ano uma loja de música que só disponibilizará produtos em formato MP3.




A nova oferta da Apple é concretizada em parceria com a EMI, a primeira das grandes editoras de música a aderir esta mudança de estratégia para aumentar vendas.

Notícias Relacionadas:

2007-05-17 - Amazon planeia loja de música online sem protecções anti-cópia

2007-04-02 - Apple e EMI acordam venda de música online sem restrições de DRM

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.