São sites com um aspecto semelhante a jornais e, além disso, usam no nome palavras como “notícias” ou “verdade”, dando a ideia que partilham mesmo notícias, mas os conteúdos, normalmente relacionados com futebol, em nada confirmam os títulos chamativos e especulativos que costumam ser usados.

De acordo com a edição desta sexta-feira do Jornal de Notícias, depois de publicados em páginas como “noticias24.com.pt” e “noticiario.com.pt”, os textos são replicados em vários perfis do Facebook, como é exemplo o Futebol Total, com os seus perto de 500 mil seguidores, através de mecanismos automáticos que os levam a uma audiência ainda maior.

O artigo que faz manchete na edição do JN desta sexta feira, dão ainda como exemplos os perfis "Quem é do Benfica mete gosto!", com creca de 300 mil seguidores, a "Que brutal", com mais de 250 mil seguidores, "Apanhados&Vídeos", com 255 mil seguidores, e "Benfica Lovers", com mais de 200 mil. Todos eles partilham  conteúdos de sites com artigos falsos, como os já citados “noticias24.com.pt” e “noticiario.com.pt” ou "verdade.com.pt" e "noticias.com.pt".

O procedimento para montar um site deste género é fácil e barato, já que destes bastam 10 euros anuais. Se o número de visitas aumentar, basta investir um pouco mais. "Com 30 euros por ano é possível aguentar até 3.000 pessoas online ao mesmo tempo", referiu João Pina, programador informático. O retorno não será difícil de alcançar, até porque há publicidade em praticamente todos os sites desta rede analisada pelo JN.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.