Lançada em 2018, a iniciativa da Fundação da Juventude tem como objetivo melhorar a literacia digital dos jovens entre os seis e os 15 anos e dos professores de escolas da região Norte localizadas em Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP). O programa de três anos tem em vista abranger de 8.000 alunos e mais de 500 professores.

Ao disponibilizar gratuitamente um curso de introdução à codificação e à ciência da computação, através da criação e conceção, o Make Code quer aumentar e estimular o gosto e o interesse pela aquisição de competências nestas áreas.

O Make Code tem uma data de término prevista para 30 de abril de 2021. No entanto, tal como indicou Francisco Maria Balsemão, presidente da Fundação da Juventude, ao SAPO TEK “é intenção da Fundação da Juventude e da Microsoft dar continuidade e transformá-lo numa iniciativa de uma dimensão nacional”.

Para já, de acordo com o presidente da Fundação da Juventude, após um ano de existência do programa os resultados iniciais parecem ser promissores. “Claramente, a motivação dos alunos aumenta e consequentemente o aproveitamento também. Assim nos transmitem os indicadores que estão a ser trabalhados”, afirmou.

O programa é cofinanciado Programa Operacional Capital Humano, Portugal 2020 e União Europeia – Fundo Social Europeu conta também com a Microsoft como Investidor Social.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.