O Governo avançou hoje com um portal especializado na oferta e procura de emprego. O NetEmprego conta com um conjunto alargado de serviços dirigidos a candidatos a emprego e empregadores.



Para candidatos está disponível o registo de currículos e a inscrição no serviço, gestão do processo individual, consulta de ofertas e pedidos de declarações. As entidades empregadoras podem aceder às ofertas disponíveis colocadas pelos interessados ou pelos centros de emprego e consultar currículos.



No arranque, o serviço conta já com 50 mil currículos inscritos e 20 mil entidades empregadoras registadas. A oferta de empregos está para já nos 2.500. A informática e os call centers são dois dos sectores com maior presença no site.



De acordo com estimativas do Governo o público alvo do portal serão os cerca de 457 mil desempregados. Destes 271.791 têm menos que o 9ºano de escolaridade, 77.501 com o 9ºano, 69.660 com o ensino secundário completo e 38.057 com formação superior. As entidades empregadoras são cerca de 340 mil.



O NetEmprego é gerido pelo Ministério do Trabalho e Segurança Social e contou com um investimento de 100 mil euros. Entre os principais objectivos do projecto contam-se "diversificar os canais de prestação de serviços aos utentes, promover a autonomia na procura e oferta de emprego, potenciar as possibilidades de obtenção de emprego e satisfazer as necessidades das entidades empregadoras", explica um comunicado.


Nota de Redacção: A notícia foi corrigida nos números referentes à oferta disponível no NetEmprego.



Notícias Relacionadas:

2004-12-09 - Classificados online roubam receitas ao offline

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.