Um novo estudo feito pela Kaspersky em parceria com a B2B International revela que os pais têm várias preocupações relativamente à segurança dos seus filhos na Internet. E acreditam mesmo que o número de ameaças está a aumentar.

Mas a mesma investigação salienta que 20% dos pais nada fazem para proteger as crianças em ambiente online. Outro número alarmante é o que revela que 76% não usam qualquer ferrramenta de controlo parental.

Entre os vários perigos online que existem, estes são aqueles que segundo o estudo, deixam mais apreensivos os progenitores:

- Acesso a conteúdos inapropriados ou explícitos (45%)

Comunicação com estranhos (41%)

Partilha excessiva informação pessoal (40%)

Vício da Internet (38%)

Vítima de malware sem perceber a sua origem (37%)

Ciberbullying (36%)

Se as preocupações por si só são válidas, existem dados que reforçam a necessidade de algum controlo e educação na forma como se acede à Internet. Nos últimos 12 meses, 11% dos jovens encontrou conteúdos inapropriados ou explícitos enquanto navegava pela grande rede.

O estudo foi realizado em junho deste ano e tem por base as respostas de 12.355 pessoas a partir dos 16 anos de um total de 26 países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.