Com alguns a apelidá-lo de "a mais perigosa ameaça ao Android de sempre", o sofisticado spyware tem vindo a ser "apurado"  desde a sua primeira versão, em 2014, e neste momento tem capacidade para, entre outras coisas, aceder às mensagens do WhatsApp.

Com múltiplas camadas que proporcionam aos hackers um controlo total do equipamento, o Skygofree também permite escutar as conversas à sua volta e alertar quando um dispositivo infetado entra numa localização específica, uma combinação de capacidades nunca antes vista, segundo os investigadores da Kaspersky Lab.

São cada vez mais os utilizadores de smartphones, mas são cada vez menos os cuidados
São cada vez mais os utilizadores de smartphones, mas são cada vez menos os cuidados
Ver artigo

Além de  ligar o dispositivo a redes Wi-Fi controladas pelos hackers, o malware inclui vários exploits de acesso à raiz que permitem tirar fotografias e gravar vídeos, apagar os registos de chamadas, mensagens, localização, eventos do calendário e informações associadas a empresas armazenados na memória do dispositivo.

A aplicação maliciosa terá sido desenvolvida por uma empresa italiana que “oferece soluções de vigilância” e foi criada para “poder espiar exaustivamente os seus alvos sem levantar suspeitas”, tratando-se de uma das ferramentas de “spyware mais poderosas que já vimos para esta plataforma”, diz a Kaspersky.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.