A polícia polaca deteve 48 membros de uma rede de pedofilia que utilizava a Internet como canal de divulgação de vídeos e imagens catalogados como pornografia infantil.



Entre os detidos encontram-se diversos cidadãos com papel relevante na sociedade, nomeadamente sacerdotes, professores, o director de uma das entidades bancárias de destaque na Polónia, entre outros.



Os agentes policiais efectuaram buscas em cerca de 53 residências, em Varsovia, Cracovia, Opole e Wroclaw, confiscando vários computadores e 2,9 mil CDs e DVDs, avançou Mariusz Sokolowski, porta-voz das Companhia Nacional de Polícia polaca.



A operação foi efectuada em colaboração com a delegação alemã da Interpol, em Wiesbaden, que alertou as autoridades para a existência de utilizadores instalados na Polónia que descarregavam da Internet material pornográfico infantil.




Notícias Relacionadas:

2007-06-27 - Denúncias sobre pedofilia online mais fáceis a partir de hoje

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.