A MusicMetric, uma empresa de análise de informação sobre o negócio de música digital, revela que nos primeiros 6 meses deste ano monitorizou 750 mil artistas na rede Bit Torrent, tendo identificado 405 milhões de downloads de música ilegal. Os Estados Unidos, Reino Unido e Itália lideram o ranking de países que mais descarregam música pirata e Portugal encontra-se na 13ª posição.



O Índice de Música Digital da Musicmetric revela que 78% das partilhas efetuadas no Bit Torrent foram de álbuns completos e apenas 22% se referem a faixas individuais.



O artista mais procurado é o cantor Billy Van (nome mais descarregado em 5 dos 20 países do ranking) e o último álbum da cantora Rihanna, “Talk that Talk”, foi o mais pirateado no mundo, com mais de 1,2 milhões de downloads, no período em análise.

[caption]top 10 mundo[/caption]

Em Portugal foram identificados 5,5 milhões de partilhas de música, um número que ainda assim fica bastante longe dos 96,6 milhões descarregados nos Estados Unidos, país que lidera o Top 20. O artista espanhol Pablo Albóran é o nome mais partilhado pelos piratas portugueses, depois do êxito musical do cantor com a fadista Carminho.



Nos Estados Unidos, Darke é o nome mais procurado no Bit Torrent, seguindo-se o do cantor e compositor Ed Sheerau, no Reino Unido, e o da cantora pop Laura Pausini, em Itália.



O estudo da MusicMetric mostra que os downloads ilegais continuam a ser um problema para a indústria da música, mesmo que esta apresente alternativas ao consumidor para descarregar música legal na Internet, através de várias lojas online, entre as quais o iTunes da Apple.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.