A decisão por parte da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) só deverá acontecer no final de Setembro e só com a sua aprovação é que poderá avançar o observatório, promovido pelo ex-responsável máximo da entidade que regula e supervisiona os órgãos de comunicação social portugueses e pelo Centro de Investigação em Média Digitais e Interação (DigiMedia) da Universidade de Aveiro, coordenado pelo professor Fernando Ramos.

O projeto terá um carácter abrangente na análise de temas relacionados com os media digitais em Portugal, mas irá focar-se num dos temas fortes da atualidade: as “fake news”, expressão popularizada pelo atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, referiu fonte da universidade ao Jornal Negócios.

Neste momento estará já a ser preparado um relatório sobre a evolução das notícias falsas nos últimos 20 anos, acrescentou a mesma fonte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.