De acordo com novos dados da equipa de investigação do WatchGuard Threat Lab, Portugal registou 71.098 tentativas de ataques de rede em abril, o que corresponde a quase 2.500 incidentes por dia. O valor representa um aumento significativo em relação a março, altura em que os especialistas identificaram 3.579 tentativas.

Os dados da empresa de cibersegurança revelam que, no mês passado, se registaram 28.480 ataques de malware, num ritmo de 942 casos por dia e 41 por hora. Face a março verifica-se também uma subida, uma vez que, nesse mês, os investigadores identificaram 22.058 ataques.

Os especialistas detalham que, do total de ataques de malware de abril, 36% corresponderam a ameaças zero-day. Por outro lado, os restantes 64% referem-se a ameaças já conhecidas.

Olhando para o panorama internacional, o WatchGuard Threat Lab indica que foram bloqueados 5.066.145 ataques de malware, o equivalente a 174.695 tentativas por dia. Aqui constata-se também uma subida em relação a março, altura em que se registaram 4.633.128 tentativas de ataque com software malicioso.

Estima-se que 57% dos ataques tenham correspondido a ameaças zero-day. As Américas destacam-se como a região do mundo que sofreu mais ataques de malware, correspondendo a 56% do total. Segue-se a região EMEA (Europa, Médio Oriente e África), com 34%, e a Ásia-Pacífico, com 10%.

No que toca tentativas de ataques de rede, os especialistas detetaram 1.381.899 casos em abril, numa descida de 372.972 relativamente a março. Estima-se que tenham ocorrido 47.652 tentativas a cada dia, num ritmo de 1.985 casos por hora. Neste contexto, as Américas voltam a ser a região do mundo mais afetada, perfazendo 50% do total de ataques.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.