Os portugueses não fazem uso da Internet para pesquisar previamente quais os presentes de Natal que vão comprar. Um estudo do Observador Cetelem revela que 86% dos portugueses inquiridos admitiriam "não efetuar qualquer pesquisa prévia às compras de Natal".

A Internet não é importante para os portugueses na hora de decidir qual o produto a comprar. Apenas 12% das pessoas dizem consultar online e de forma habitual os diferentes produtos que podem vir a adquirir.

Os números variam consoante a faixa etária dos inquiridos, sendo que 23% dos indivíduos dos 18 aos 24 anos fazem uma pesquisa que antecede a compra, número que baixa progressivamente à medida que a idade avança no universo de utilizadores analisado, até chegar a 1% na faixa etária dos 55 aos 65 anos.

A situação económica também é relevante na análise pois há sinais de "discrepância" entre as classes altas que pesquisam antes de comprarem (16%) e as classes baixas (1%). Geograficamente as populações de Lisboa (19%) e Porto (14%) são as que pesquisam mais antes de saírem em "modo de consumo", números que são superiores às médias registadas por outras cidades do centro e norte (9%) e do sul (8%) de Portugal.

O estudo "Intenções de Compra dos Consumidores Portugueses para o Natal 2012" foi feito através de um inquérito quantitativo, a 500 indivíduos de Portugal Continental, de ambos os sexos, dos 18 aos 65 anos, entre o período de 1 a 3 de outubro de 2012.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.