Um novo estudo levado a cabo pela OLX, baseado em dados disponíveis na plataforma revela que a procura por portáteis, livros escolares e secretárias disparou durante os primeiros nove meses de 2020.

Em comunicado, a empresa explica que o número de contactos a anúncios de portáteis cresceu 40% de fevereiro para março e 100% de março para abril. Registou-se depois um retorno gradual a níveis anteriores à pandemia até julho. Em agosto (mais 5%) e setembro (mais 15%), meses de preparação do regresso às aulas, voltou a sentir-se um aumento da procura.

As regiões do país em que procura por portáteis foi mais intensa nestes períodos foram Braga, Aveiro e Porto. Já do lado da oferta, a tendência é semelhante ainda que menos significativa. Os dados detalham que se verificou uma subida de 8% entre março e abril, de 2% em agosto e 7% em setembro.

No caso dos livros escolares, a tendência de crescimento da procura verificou-se mais tarde. De março para abril subiu 29% e no mês seguinte 8%. De junho para julho o aumento foi de 17%, uma tendência que se manteve nos dois meses seguintes: agosto, com mais 32%, e setembro, com mais 21%.

Os distritos de Braga, Aveiro e Porto estão novamente em destaque neste indicador. No que toca à oferta, o estudo revela que houve um crescimento contínuo desde maio e que o registo mais elevado foi de 10% entre julho e agosto.

A procura por secretárias aumentou 29% entre março e abril, voltando a subir mais 15% em maio. Embora tenha havido um regresso aos valores pré-pandemia até julho, os valores cresceram novamente em agosto, mais 17%, e em setembro, mais 8%. Os distritos que mais se destacaram foram Setúbal, Braga e Porto e, no que respeita à oferta, também se registou um crescimento estável desde abril, com um registo mais elevado de 10% entre abril e maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.