A British Airways vai ser multada em 183 milhões de libras (cerca de 204 milhões de euros) pela Information Commissioner’s Office (ICO), a agência britânica para a proteção de dados pessoais (ICO), na sequência do roubo de dados de centenas de milhares de clientes ocorrida no ano passado.

Entre os dias 21 de agosto e 5 de setembro de 2018, mais de 380 mil pagamentos à British Airways efetuados através de cartão eletrónico (tanto no site ba.com como na app da companhia para dispositivos móveis) foram alvo de um ataque de pirataria informática.

O presidente da transportadora aérea britânica diz estar “desapontado” com a decisão. Em declarações ao The Guardian, Álex Cruz considera que “a British Airways respondeu prontamente ao ato criminoso de roubo de dados de clientes”, acrescentando que “não encontrou provas de atividade fraudulenta nas contas associadas a esse roubo”.

Por sua vez, Willie Walsh, presidente da International Airlines Group (IAG), proprietária da transportadora britânica, já anunciou a intenção da companhia aérea recorrer da decisão ICO.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.