Nos últimos anos, novas tecnologias como a inteligência artificial (IA), machine learning e robótica têm ajudado as empresas, numa altura em que muitas pessoas temem que a automação vai ser uma ameaça para os empregos. No entanto, uma nova investigação prevê que em 2030 a Europa possa passar por uma escassez de trabalhadores em vez de uma escassez de empregos. A Google fala agora numa necessidade “urgente” de formação e lança um mapa online interativo onde é possível explorar as profissões que vão crescer ou diminuir nos próximos anos na Europa.

Realizado pelo McKinsey Global Institute, em parceria com a Google, o estudo analisa o impacto da automação nos empregos em 1.095 postos de trabalhos na Europa nos próximos 10 anos. Mesmo com a "perda" esperada de várias profissões, os resultados apontam para um défice de trabalhadores de seis milhões. No entanto, estes números foram calculados antes da COVID-19, pelo que a gigante tecnológica explica que os valores podem agora ser menores. A verdade é que a pandemia que está a marcar 2020 está a ter um grande impacto, acelerando as tendências que só eram esperadas por um longo período de tempo.

A Google destaca ainda uma "clara lacuna entre os requisitos das futuros empresas e as competências que as pessoas apresentam hoje em dia". Neste contexto, algumas profissões deixarão de existir e, por isso, os trabalhadores vão precisar de ganhar novos conhecimentos para poderem ter sucesso noutras organizações.

Colocando as regiões no centro, o relatório faz referência à região do Douro, mais semelhante a Dobrich, cidade na Bulgária, do que propriamente com os seus próprios países. Portugal é ainda destacada no relatório pelo sector do turismo, sendo caracterizado como um "paraíso turístico". Estas e outras informações do estudo podem ser analisadas num novo mapa interativo que a Google lançou esta segunda-feira.

Quais as profissões que vão crescer em Portugal nos próximos anos?

Através do mapa, é possível verificar-se quais os tipos de profissões que vão crescer ou diminuir nos próximos anos nas diversas regiões da Europa, inclusive em Portugal. Com base nos resultados, a Google fala numa "ilustração clara da importância da adaptação de competências e programas de formação às necessidades e oportunidades de regiões, sectores e comunidades europeias individuais".

Mapa interativo da Google sobre o futuro do trabalho na Europa

Em Lisboa, por exemplo, as profissões que vão registar um crescimento maior nos próximos anos são as relacionadas com as artes, como a arquitetura e design. Destaque ainda para os profissionais nas áreas das finanças e da justiça. Em queda estarão os secretários administrativos e os trabalhadores de apoio ao cliente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.