No início deste ano, o Snapchat decidiu “lavar a cara”, com o interface da plataforma a ter uma separação clara entre as publicações dos amigos e os conteúdos das marcas e outros perfis.

Esta decisão de  tentar tornar a aplicação “mais simples e fácil de usar, especialmente para os utilizadores mais velhos” irritou mais de um milhão de utilizadores, mas parece não ter tido grande efeito na maioria dos adolescentes norte-americanos.

Segundo o relatório Taking Stock With Teens, 45% dos seis mil adolescentes inquiridos nomearam o Snapchat como a sua rede social favorita, enquanto que para 26% dos entrevistados a preferência recai sobre o Instagram.

tek redes sociais

E, se em 2013 o Facebook ocupava o primeiro lugar do pódio, agora parece estar a cair em desgraça (8%), juntamente com o Twitter (9%), junto dos jovens com idade média de 16 anos.

Um estudo no Reino Unido também mostrava que a rede de Mark Zuckerberg está a perder a popularidade entre os adolescentes e os jovens adultos. Apesar da rede social ainda continuar a ser aquela onde as pessoas passam mais tempo, parece estar em declínio, principalmente para os utilizadores entre os 12 e os 24 anos.

De acordo com a previsão do estudo, 6,7 milhões de utilizadores dentro dessa faixa etária vão usar o Facebook regularmente este ano, o que representa menos 700 mil do que no ano passado.

Nos EUA, o número de utilizadores daquela rede social, entre os 12 e os 17 anos, diminuiu 9,9% em 2017, num total de 1,4 milhões de consumidores.Já em Portugal e de acordo com dados da Marktest,  a plataforma criada por Mark Zuckerberg permanece como a preferida dos portugueses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.