No mesmo julgamento o rapaz de 28 anos foi condenado a uma pena de prisão que ficou suspensa, mas não se livrou de 160 horas de serviço comunitário por ter carregado outros 517 filmes.



A pena aplicada à esmagadora maioria dos filmes carregados para sites de partilha de ficheiros acabou por conduzir o jovem a uma pena mais leve, uma vez que em relação a esses crimes não foram apresentados pedidos de indemnização.



No que se refere ao filme que deu direito à pesada multa, a indemnização foi definida com base nas perdas decorrentes da distribuição ilegal do título. O valor pedido pela entidade detentora desses direitos, a Nordisk Film, era aliás o dobro do valor que justiça acabou por fixar.



O resultado do julgamento foi divulgado pela Rights Alliance, um grupo antipirataria que descreve o jovem como "o pior pirata de sempre" na Suécia. O pirata dava acesso aos conteúdos através do site Swebits.org, entretanto fechado.



O Partido Pirata sueco também já reagiu à sentença, considerando que a legislação do país está desatualizada e precisa de ser revista.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.