No processo de pesquisa de viagens, os turistas partem de uma lista de viagens de sonho, que 76% dos inquiridos admitem ter definido embora só tenham ainda visitado cerca de 8% desses locais. Mas o processo de escolha sofre múltiplas influências.


O estudo "Digital Channels in Travel", realizado pela Deloitte e o Facebook, mostra que as redes sociais têm um papel especialmente relevante na escolha das viagens, que poderia ser usado em favor das empresas do sector, se soubessem como aproveitar esta oportunidade de negócio.


Trinta e sete por cento dos inquiridos afirmam reservar as suas férias através de agentes de viagens online, baseando a escolha nas opiniões dos amigos e família (50%), seguindo-se as redes sociais (33%), muito perto dos anúncios televisivos (32%) e as brochuras das agências e pesquisas em motores de busca, com 31% cada.


Os comentários e avaliações de outros utilizadores são também relevantes no processo de decisão e compras. 76% dos inquiridos consideram-nos úteis para descobrir informações específicas que não se encontram em mais nenhum lado, enquanto 68% referem que estas avaliações trazem a confiança necessária para efectuar a reserva.


A utilização da Internet e das redes sociais é também relevante durante as férias propriamente ditas. 83% das pessoas acedem à Internet durante as férias, usando o smartphones (64%), laptop (42%) ou tablet (37%).


O Facebook é a rede social preferida para partilhar "a satisfação de estar de férias" com os amigos, um facto relatado por 33% dos inquiridos neste estudo. 48% afirmam ainda publicar fotografias das férias no Facebook, mas só depois de regressarem a casa.


Embora valorizem a informação adicional de avaliações e comentários, apenas 13% dos inquiridos afirmaram utilizar websites para publicação de avaliações. O crescimento do TripAdvisor, que já conta com mais de 170 milhões de avaliações, é apontado como exemplo, mas as marcas do segmento de mercado das viagens (cadeias hoteleiras, websites de reservas online, companhias aéreas, órgãos de promoção regional e territorial) também estão a investir na sua presença nas redes sociais, facilitando a interação com os clientes.


A Deloitte sugere que as empresas de viagens integrem os canais digitais nas suas estratégias de marketing, para garantirem maior eficácia.
"As empresas do sector do Turismo que não estejam a aproveitar as oportunidades que derivam das plataformas digitais, não estarão a maximizar as fontes de receita. Com a estratégia correta, o meio digital poderá alavancar o investimento realizado em marketing potenciando e maximizando o seu retorno", defende Jorge Marrão, Partner da indústria de Travel, Hospitality & Leisure da Deloitte, em comunicado.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.