O Twitter anunciou que vão chegar mudanças à versão web e iOS da plataforma. A empresa liderada por Jack Dorsey quer ajudar os utilizadores a não perder o “fio à meada” quando respondem a Tweets e decidiu apresentar um novo layout para conversas.

De acordo com o Twitter, o novo layout conta com um sistema de linhas e marcas para identificar a quem pertence um determinado Tweet. Para evitar confusões e “scrolling” desnecessário em conversas mais longas, a plataforma apresenta agora a opção “Mostrar respostas” a pensar nos utilizadores que estão, de facto, interessados numa determinada thread de Tweets.

O Twitter está também a experimentar colocar mais opções ao dispor do utilizador. A empresa indica que está a testar botões que permitem aos internautas deixar um gosto, partilhar publicações ou responder a Tweets mais facilmente. A funcionalidade já está a ser testada num pequeno grupo de utilizadores da versão web e iOS da plataforma. Caso a experiência corra bem, o Twitter poderá torná-la definitiva.

As mudanças à forma como os utilizadores respondem entre si foram testadas no twttr, uma aplicação paralela da empresa restrita a um número de utilizadores exclusivos. Ainda antes de serem introduzidas oficialmente, as novas funcionalidades foram descobertas pela conhecida investigadora e blogger da área da tecnologia Jane Manchun Wong no início de abril.

No entanto, as alterações feitas não estão a deixar alguns utilizadores muito contentes. Os internautas afirmam que o novo layout acaba por ser mais confuso do que a configuração anterior. Além disso, outra das mais recentes experiências do Twitter está a gerar polémica. A empresa quer que a plataforma seja um local mais “ordeiro” e decidiu testar uma opção para iOS que permite ao utilizador reconsiderar a publicação de conteúdo dito ofensivo.

Quando um utilizador responde a um Tweet, o sistema de revisão do Twitter verifica se o conteúdo em questão tem palavras que sejam semelhantes a termos denunciados como ofensivos. Caso haja uma correspondência surgirá um aviso a perguntar ao utilizador se quer rever o que vai dizer para evitar ser reportado.

À Reuters, Sunita Saligram, responsável pelas políticas de confiança e segurança na Twitter, indicou que o teste durará algumas semanas e funcionará apenas para Tweets em inglês. Para já não existem certezas se a funcionalidade se vai tornar permanente, mas uma coisa é certa: são muitos os utilizadores que se opõem à sua chegada definitiva.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.