O impacto da pandemia de COVID-19 vai muito além da saúde pública da população mundial. No final de março, o Speedtest já dava conta de uma Internet mais lenta a nível global e este mês voltou a atualizar os dados, verificando-se uma constante "degradação” dos níveis de velocidade das redes fixas. A nível da Internet móvel, assistiu-se ao primeiro mês de queda de velocidades em março deste ano.

Os dados agora publicados referem-se à semana de 30 de março. A nível europeu, a velocidade média de download nas redes fixas aumentou na Suíça, enquanto Espanha e Itália registaram crescimentos muito pouco significativos quando comparados com as semanas anteriores. Já em França assistiu-se a um declínio na velocidade de download em banda larga fixa. A destacarem-se pela estabilidade nos níveis de velocidade estão a Áustria, Alemanha e o Reino Unido.

Quanto à velocidade de download em rede móvel, a Holanda é o caso mais positivo, com a Áustria, França, Itália, incluindo a Lombardia), Suíça e Reino Unido a recuperarem ligeiros aumentos. A velocidade média de download na rede móvel foi relativamente estável na Alemanha e em Espanha durante o último período analisado.

As novas informações mostram, ainda assim, uma melhoria na Europa. Na semana de 16 de março, a velocidade média nas redes fixas baixou na França, Alemanha, Itália, Espanha e Suíça. Só na Alemanha a velocidade média desceu 10 Mbps, de 103 para 93 Mbps, mas na Áustria e no Reino Unido não se sentiram mudanças. Também nas redes móveis alguns países tinham sido mais afetados, como a Áustria, França, Espanha e Suiça, embora na Holanda tenha aumentado a velocidade média.

Apesar de Portugal não se encontrar nesta lista, os dados de março do Speedtest Global Index mostram que o país se encontra na 24ª posição em termos de velocidade média de download na rede fixa, com um registo de 109,99 Mbps, num ranking de 176 países. O valor é bem mais elevado do que a média dos restantes países, que se fixa nos 74,64 Mbps.

A sua internet está mais lenta? O Speedtest mostra que é verdade em todo o mundo
A sua internet está mais lenta? O Speedtest mostra que é verdade em todo o mundo
Ver artigo

Nas redes móveis, Portugal também apresenta uma melhor média de velocidade de download do que os 141 países da lista, de 35,68 Mbps, quando a realidade a nível global é de 30,47 Mbps. O país encontra-se, assim, na 43ª posição. Ainda assim, em ambos os casos, Portugal desceu várias posições relativamente aos dados de fevereiro.

De notar que estes números correspondem a uma média, e que são baseados em testes dos utilizadores, pelo que poderá haver utilizadores que sofreram maior degradação da velocidade das suas redes.

CHINA ESTÁ A RECUPERAR DA PANDEMIA E A VELOCIDADE DA INTERNET NA REGIÃO TAMBÉM

Na semana de 30 de março, a evolução da velocidade de download na rede de banda larga fixa nos três países analisados da região norte-americana foi relativamente estável. Antes do decreto de Estado de Calamidade nos Estados Unidos, a evolução da velocidade de downloads ficou perto dos 140 Mbps, valores mais elevados do que o Canadá e o México.

No que diz respeito à velocidade na rede móvel, os dados mostram um crescimento no Canadá, México e Estados Unidos, com o mesmo a acontecer no Brasil, Chile e Equador. A China, já a recuperar da pandemia, também registou um aumento dos níveis de velocidade, tanto na rede fixa, como na rede móvel.

No Médio Oriente foram analisados três países: Turquia, Israel e Arábia Saudita, este último a assistir a um grande declínio na velocidade de downloads na rede fixa. Ainda assim, os valores, perto dos 60 Mbps são semelhantes ao início do ano de 2020.

NÚMERO DE TESTES DE VELOCIDADE DA INTERNET FIXA DIMINUI EM TODO O MUNDO

Nos dados divulgados a 23 de março, a plataforma Speedtest sentiu um aumento exponencial do volume de testes, a nível global, mas também muito significativo na Europa. Isto aconteceu nas redes fixas mas também nas redes móveis, naquilo que a plataforma afirma ser a maior mudança já registada.

Ao contrário do que aconteceu nesse período, o número de testes de velocidade da Internet de banda larga fixa diminuiu. O mesmo não aconteceu no caso das redes móveis, cuja percentagem aumentou 26,1% nas últimas 12 semanas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.