A VeriSign e um grupo de defesa dos direitos das crianças apresentaram uma nova tecnologia a que chamaram i-Stik e que, inserida na porta USB do computador, permite verificar a idade e género do utilizador.



A proposta das duas entidades é que o sistema se expanda junto dos utilizadores de Internet mais novos, de forma a que quem não possa provar a idade numa sala de chat seja considerado possível agressor, melhorando os mecanismos de segurança disponíveis para as crianças com acesso à Internet.



Para garantir uma maior proliferação da tecnologia as duas entidades vão distribuir o i-Stick de forma gratuita junto dos estudantes de várias escolas. As escolas, por sua vez, fornecem à Verisign listas com nomes de alunos e idades para que a empresa possa carregar os equipamentos com os respectivos dados.



O objectivo é que o programa seja alargado a centenas de escolas para que a sua entrada em funcionamento possa ter lugar na primavera de 2005, avançou à Reuters Teri Schroeder, presidente da associação pela defesa dos direitos das crianças i-Safe America.



Notícias Relacionadas:

2004-05-25 - Metade das crianças que utilizam Internet raramente são vigiadas por adultos


2004-03-25 - Educadores europeus confirmam desconhecimento dos perigos da Internet

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.