(Corrigida)
A Yahoo está a testar um novo serviço de música que poderá vir a competir com ofertas como a do iTunes com uma diferença principal: estar livre de tecnologias de protecção de cópia (DRM).


No arranque a empresa avança apenas com um ficheiro MP3 para comercialização que pode ser descarregado por 1,99 dólares. O preço é quase o dobro do cobrado pelo iTunes, mas a organização acredita que mesmo assim poderá cativar a atenção de uma audiência significativa, já que a não inclusão de tecnologias de DRM permite que a música seja ouvida em qualquer tipo de dispositivo.



Na comunicação relativa ao piloto a empresa explica que o DRM é muito caro de implementar para empresas como a Yahoo e não acrescenta qualquer valor ao produto disponibilizado, nem para o consumidor, nem para os artistas, nem para as editoras.



"As únicas pessoas para quem o DRM acrescenta valor são as empresas de tecnologia que estão interessadas em trancar o consumidor numa determinada plataforma tecnológica", defende a empresa.



Recorde-se que o serviço da Apple permite apenas que o utilizador descarregue a música para o PC e daí para um leitor digital da mesma marca. Não é compatível com outros dispositivos digitais.



A Yahoo garante que contactou várias editoras para aferir o seu interesse em disponibilizar música nestes moldes, mas para já sem resultados. Para já, a única música disponível no serviço é um single de Jessica Simpson.




Nota de Redacção: [2006-07-27 14:32] A notícia foi corrigida para eliminar uma referência errada onde se dizia que o iTunes não permitia gravar as músicas num CD.



Notícias Relacionadas:

2006-07-06 - Yahoo China na mira da Federação Internacional da Indústria Fonográfica

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.