Falar de frames por segundo (fps) é falar acima de tudo de fluidez. Um vídeo a 30fps ou a 60fps apresenta uma diferença significativa na forma como os elementos se comportam no conteúdo multimédia. Tudo parece mais rápido, tudo parece mais intenso e real.



O YouTube agora já possibilita que todos os utilizadores possam fazer upload e aceder a vídeos em 60fps. Só será possível aceder a estes frame rates quando os vídeos são vistos em qualidade 720p (HD) ou superior.



Ficam aqui dois exemplos. Os leitores são convidados a experimentarem visualizar o mesmo vídeo em “velocidades” diferentes. A troca de frame rate faz-se na roda dentada na parte inferior direita do reprodutor.







Os exemplos escolhidos não são “inocentes”. Além de estarem no topo dos resultados quando se pesquisa pelo termo 60fps no YouTube, são jogos. Pois é para a área do gaming que esta novidade vai fazer mais diferença.



Enquanto os jogadores no televisor lá de casa já conseguem atingir esta experiência de jogo fluída, sempre que viam vídeos online de jogos a diferença de frame rate acabava por ser significativa.



Desta forma o YouTube disponibiliza mais uma ferramenta atraia os jogadores para a sua plataforma, tentando desviar alguns potenciais interessados do serviço da Amazon, o Twitch.



De realçar que o YouTube tem feito algumas alterações significativas na plataforma ao nível de qualidade dos vídeos. Além da chegada dos 60fps, os utilizadores também já podem encontrar vídeos com resoluções de 1440p e 2160p (4K).


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.