Reino Unido, Alemanha, França, Brasil, Angola e até os mais distantes Japão, Indonésia e Austrália são apenas alguns exemplos dos mais de 100 países que este ano têm presença oficial no Web Summit. Estranhamente a República da Irlanda, onde todo o conceito daquele que é hoje considerado o maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo nasceu, não vai ter delegação.

O mentor do encontro anunciava o número de delegações na sua conta do Twitter, indicando uma lista de presenças, da qual não constava a Irlanda e alguém o interpelou apontando o "presumível esquecimento”. Mas não foi isso que aconteceu.

Paddy Cosgrave referiu que a falta de menção ficou a dever-se a incompatibilidades de agenda, “infelizmente”, uma vez que existe um evento de startups na Irlanda com poucos dias de diferença. Acrescenta que, de qualquer forma, são quase 1.000 os irlandeses que estarão presentes, a título privado.

A edição de 2018 do Web Summit arranca oficialmente esta segunda-feira, prolongando-se até 8 de novembro, quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.