Depois de um primeiro momento de definição que contou com o empenho da Sociedade Civil no alinhamento das medidas, o Governo quer tirar a Agenda Digital do papel e trabalhar na sua implementação, contando com o envolvimento de toda a sociedade, afirmou hoje o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, na apresentação pública que decorreu em Lisboa.

Entre as quase 70 medidas apresentadas grande parte são dirigidas à área pública, mas o sector privado é encarado como um instrumento fundamental para a concretização das metas definidas e as empresas do sector de Tecnologias da Informação, Comunicação e Electrónica (TICE) estão em foco na estratégia de base da Agenda Digital.

"Este é um sector em que Portugal já dá cartas e pode dar ainda mais", afirmou Carlos Oliveira, secretário de Estado do empreendedorismo e inovação, à margem da conferência, defendendo que existe uma oportunidade enorme num sector onde existe talento, capacidade empreendedora e inovação.

Nesta área um dos objetivos é aumentar as exportações em 20%, tendo por base os números de 2011, embora indicadores provisórios para o ano de 2012 mostrem alguma estagnação que o secretário de Estado não confirma. Aliás o ministro Álvaro Pereira sublinhou durante a sua apresentação na conferência que o sector das TIC é um excelente exemplo a nível da capacidade de exportação, que pode ser referência para outras áreas da economia.

A oportunidade de atração do investimento de nearshore, tirando partido de uma geração de engenheiros altamente qualificados foi também destacada por Carlos Oliveira, que apontou como exemplos a Nokia Siemens e a Altran, que anunciou na semana passada a criação de um centro de competências no Fundão que vai empregar 120 profissionais e que já estará a preparar um novo investimento a divulgar em breve.

Carlos Oliveira adiantou ainda que na próxima semana será apresentado um novo centro de competências da Cegetel, localizado em Lisboa, que para já vai empregar 50 pessoas.

As 69 medidas definidas na Agenda Digital, que o TeK já detalhou e que têm agora uma nova montra no site www.portugaldigital.pt, não fecham a agenda, que está aberta à proposta de novas iniciativas e até à reformulação de algumas das medidas, como sublinhou o secretário de Estado.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.