Para concretizar o negócio a Amazon vai desembolsar 970 milhões de dólares, o equivalente a 735 milhões de euros. Foi a própria retalhista a confirmar o negócio, defendendo que o novo ativo será um trunfo para avançar mais rápido no desenvolvimento de novos serviços.

A compra da Twitch chegou a ser atribuída à Google, num negócio que, segundo a informação avançada pela imprensa à data levaria a gigante da Internet a desembolsar 1.000 milhões de dólares.

A Twitch foi criada em 2011 e soma hoje mais de 55 milhões de clientes. Logo no primeiro mês de existência angariou 3,2 milhões de novos clientes, revelando um potencial que tem despertado a atenção de vários possíveis compradores.

Em julho, quando a compra era atribuída à Google, foram divulgados alguns números sobre o impacto da atividade da empresa no mercado dos serviços online, que voltaram a atestar o sucesso da oferta.

Os utilizadores da plataforma que podem jogar em direto no serviço, consomem qualquer coisa como 106 minutos de vídeo diários, tornando-a responsável por cerca de 1,35% do tráfego Internet a nível mundial.

O negócio agora protagonizado pela Amazon é o maior da sua história.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.