A Goodreads conta atualmente com 16 milhões de membros e reúne mais de 30 mil clubes de livros. A empresa foi fundada em 2007 e está sediada em São francisco.



Numa nota publicada no site revela-se satisfeita com a parceria, que permitirá levar a plataforma a um maior número de leitores, detalha Otis Chandler, fundador do serviço.



As intenções da Amazon relativamente a este novo ativo não são conhecidos, mas não restam dúvidas de que a empresa norte-americana continua a pôr no terreno uma estratégia para se afirmar como líder mundial no comércio online de livros.



A gigante dos livros estreou-se com o lançamento de uma loja online que foi aumentando catalogo até se transformar numa das principais plataformas mundiais nesta área.



Capitalizou o sucesso com o lançamento de uma loja online e de uma linha de dispositivos. Primeiro lançou leitores de livros digitais e mais tarde avançou para os tablets. A linha Kindle transformou-se numa referência entre os dispositivos de gama de entrada.



A compra da Goodreads é vista por alguns especialistas como uma forma de promover iniciativas de comunidade à volta da sua oferta, uma vertente até agora pouco trabalhada pela empresa cuja oferta é consumida por milhões de utilizadores com interesses comuns.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.