O número de queixas recolhidas pela Comissão Federal do Comércio norte americana relativamente a experiências de compras de online quase duplicou nos últimos dois anos.



De acordo com o relatório anual daquela instituição foram apresentadas 98 mil queixas que revelam a insatisfação dos utilizadores com experiências de compra online, contra as 51 mil queixas registadas em 2002.



Entre as queixas mais comuns estão a incumprimento dos prazos de entrega dos produtos adquiridos e as diferenças entre preço anunciado e preço efectivo do produto quando chega às mãos do cliente.



Segundo a CFC em 2002 as queixas relacionadas com compras via Internet representavam 13 por cento do total de queixas recebidas, quando no último ano representaram 16 por cento.



A subida exponencial do número de queixas relacionado com compras online não alterou a liderança da tabela de preocupações dos consumidores americanos e pelo quinto ano consecutivo os roubos de identidade online lideram esta tabela de queixas. Os números garantem que a tentativa de apropriação de dados pessoais ou financeiros alheios corresponde a 39 por cento do total de reclamações recebidas.



Os dados da CFC - que analisam dez categorias distintas - revelam no entanto que os cuidados dos consumidores relativamente a esta questão aumentaram.



Notícias Relacionadas:

2004-12-24 - Hábitos de compra online no Reino Unido aproximam-se dos Estados Unidos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.