(corrigida)
A ANETIE - Associação Nacional das Empresas das Tecnologias de Informação e Electrónica - realizou um inquérito entre as suas 98 empresas associadas que lhe permitisse tirar algumas conclusões acerca competências que mais falta fazem aos recém-formados, no que se refere às Tecnologias de Informação.



No final, a ANETIE apurou que existe um desajuste entre a formação dos alunos e as necessidades das entidades empregadoras. Este é um factor que prejudica ambas as partes já que os estudantes "terão que compensar as insuficiências do pessoal contratado com formação adicional, agravando o investimento associado a uma contratação" e os empregadores "vêem frequentemente o seu valor diminuído em relação ao seu potencial, apercebendo-se talvez que o seu tempo de estudo poderia ter sido melhor utilizado", descreve a associação.



Esta é apenas uma das conclusões da ANETIE que pretende agora dar a conhecer publicamente os resultados do estudo "Competências a Melhorar na Formação de Profissionais de TI em Portugal". Para isso, irá promover uma conferência no próximo dia 29 de Janeiro, pelas 11.30h no Auditório da IBM em Lisboa.



Paralelamente, irá ainda realizar uma sessão de trabalho em conjunto com os representantes das principais Escolas de Ensino Superior, de forma a criar um plano de trabalho "que dê continuidade às conclusões do estudo".




Nota de redacção: [2008-01-15 16:07]
A noticia foi corrigida na data marcada para a conferência, que é 29 de Janeiro.




Notícias Relacionadas:

2007-10-29 - Inquérito da ANETIE apura lacunas na formação de profissionais de TI

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.