A SoftBank fechou a segunda ronda de angariação de fundos do programa Vision Fund II que visa o investimento em startups. Entre os investidores, a gigante nipónica de telecomunicações contou com a Microsoft, Apple, Foxconn e outras parceiras tecnológicas. A empresa angariou 108 mil milhões de dólares que serão depois aplicados em diferentes empresas com potencial que estão a dar os primeiros passos, avança o Business Insider.

O primeiro programa de investimento Vision Fund foi o “rastilho” de grandes nomes atuais do sector tecnológico, tais como a Uber, o Slack e a WeWork, que brevemente vai lançar-se na bolsa de valores. O primeiro investimento foi avançado pelo multimilionário japonês Masayoshi Son, o CEO da SoftBank, que introduziu no fundo cerca de 100 mil milhões da sua fortuna desde o lançamento em 2017.

Na segunda ronda, a SoftBank investiu 38 mil milhões, tendo obtido o apoio de outros bancos, como o Mizuho Bank, Sumitomo Mitsui Trust, entre outras entidades bancárias internacionais.

Segundo o Business Insider, Masayoshi Son convenceu a Microsoft a investir no fundo ao prometer que iria persuadir as suas 75 empresas do portfolio a mover as suas operações da Amazon Web Services para a cloud Azure da Microsoft. Os valores do investimento da Microsoft ainda não foram divulgados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.