A Apple volta a estar na “mira” dos reguladores em França. A Autoridade da Concorrência Francesa poderá aplicar uma multa à empresa da maçã devido a alegadas práticas anticoncorrênciais no que toca à distribuição e rede de vendas.

De acordo com fontes a que a Reuters teve acesso, a entidade reguladora francesa tomará uma decisão final na próxima segunda-feira, 16 de março. Contudo, não revelaram mais detalhes acerca do valor da multa ou dos motivos por trás dela.

No seu último relatório anual, emitido em outubro de 2019, a Apple faz referência à investigação da Autoridade da Concorrência Francesa. Embora admita que a decisão final possa incluir uma multa, empresa não concorda com as alegações do regulador.

Apple vai pagar multa de 25 milhões de euros em França para evitar processo judicial
Apple vai pagar multa de 25 milhões de euros em França para evitar processo judicial
Ver artigo

Ainda por terras francesas, em fevereiro deste ano, a Apple concordou em pagar uma multa de 25 milhões de euros para evitar um processo judicial. Em questão está uma investigação dos serviços antifraude franceses, a qual concluiu que existiram falhas de informação acerca das atualizações do sistema iOS nas versões 10.2.1 e 11.2. De acordo com a autoridade, a atuação da Apple é "uma prática comercial enganosa por omissão"

O processo contra a Apple foi aberto pelo Ministério Público de Paris em janeiro de 2018 e teve por base uma denúncia da associação francesa “Alto à Obsolescência Programada”, depois de diversos utilizadores se queixarem de os seus iPhone 6 SE e 7 estarem mais lentos depois de atualizarem o iOS. Impossibilitados de regressar à versão anterior do SO, muitos dos utilizadores tiveram de comprar um smartphone novo.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que a Autoridade da Concorrência Francesa aplica multas às gigantes tecnológicas. Em dezembro de 2019, a entidade reguladora aplicou uma multa de 150 milhões de euros à Google. Em questão estava o comportamento da empresa de Mountain View, o qua ia contra as leis da concorrência, uma vez que estava a “abusar da sua posição dominante” no mercado da publicidade online.

França aplica multa recorde de 150 milhões de euros à Google por “práticas anticoncorrenciais”
França aplica multa recorde de 150 milhões de euros à Google por “práticas anticoncorrenciais”
Ver artigo

A deliberação da entidade é a conclusão de uma investigação de quatro anos a uma queixa realizada pela Gibmedia contra a plataforma de publicidade online da Google. A empresa francesa gere diversos websites que oferecem previsões do tempo, dados empresariais e diretórios. Em 2015, a sua conta do Google Ads terá sido suspensa pela sem aviso prévio pela Google.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.