Nos últimos anos, o Dia dos Solteiros afirmou-se na China e converteu-se no maior dia de compras online a nível global, batendo iniciativas bem mais tradicionais como a Black Friday e Cyber Monday norte-americanas, mesmo que avaliadas em conjunto.

Este ano a Alibaba “importou” uma tendência que os norte-americanos também têm usado nos últimos anos e começou a celebrar a data mais cedo, o que se significa que dias antes do 11 de novembro já a plataforma e os seus milhares de parceiros tinham no ar campanhas de desconto alusivas. Contas feitas, faturaram 74 mil milhões de dólares com a celebração da data.

Os dados disponíveis deixam dúvidas em relação aos dias contabilizados, mas nem por isso deixam de ser impressionantes. A Alibaba tinha no entanto afirmado, logo depois do primeiro fim-de-semana de novembro, quando surgiram os primeiros descontos, que as vendas “indicavam uma forte recuperação do consumo e uma procura sem igual na China”.

tek dia dos solteiros

Os 74 mil milhões de dólares anunciados em vendas com a efeméride foram comunicados logo à meia-noite.

Ainda sem considerar os números de 2020, uma análise da Statista, que combina dados de várias fontes, deixa bem evidente a evolução das compras online na China nesta data, face ao volume de negócios gerado pelo segundo maior dia de compras a nível mundial, aqui enquadrado no fim de semana de Ação de Graças.

Mostram os números que a Cyber Monday no ano passado gerou vendas online de 7,9 mil milhões de dólares, enquanto a Black Friday alcançou 9,7 mil milhões, o que perfaz um total de 17,6 mil milhões, bem distantes dos números do Dia dos Solteiros, que no ano passado gerou já receitas de 38,4 mil milhões, mais do dobro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.