Os números são da GfK e referem-se à semana de 16 a 23 de março, em comparação com a semana homóloga do ano passado. "Na semana em que foi decretado o estado de emergência em Portugal, a venda de bens tecnológicos teve uma queda abrupta de 18% no mercado nacional", refere a GfK em comunicado, adiantando que, àmedida que o Covid-19 se alastra globalmente, os consumidores portugueses adaptam-se a uma nova realidade, centrada em teletrabalho e distanciamento social, o que afetou as vendas de imediato.

Os dados da consultora referem-se à evolução em valor, depois de na semana de 9 a 15 de março as vendas terem crescido 6% no mercado de tecnologia e foram partilhados no relatório Retalhistas GfK, que analisa semanalmente as vendas dos principais retalhistas no mercado português, considerando os principais produtos de Eletrónica de Consumo, Informática, Grandes e Pequenos Domésticos, Fotografia e Telecom.

Os smartphones e as TVs foram as duas categorias com maior quebra, 54 e 34%, respetivamente, seguindo a tendência internacional, que terá sentido uma quebra acima de 30% nesta categoria.

A contrariar esta tendência negativa relacionada com a COVID-19, as categorias ligadas ao Home Office registaram elevadas subidas nas vendas. A GfK refere em especial as impressoras multifuncionais que cresceram mais de 231%, e os computadores portáteis, com um crescimento de 62%.

No segmento dos pequenos eletrodomésticos, também as máquinas de café registaram performance muito positiva ao registarem um aumento das vendas na ordem dos 46%.

"Embora seja difícil prever o efeito total do vírus no mercado, a distância social afetará certamente o total de vendas", admite a empresa que vê ainda como uma janela de oportunidade a explorar as vendas  através do comércio online, que na semana em análise apresentou um crescimento de mais de 80%.

Nota da Redação: Foi adicionada mais informação e os gráficos. Última atualização 18h24

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.