Entre outubro e dezembro de 2013 o mercado português de produtos tecnológicos gerou receitas de 707 milhões de euros, um valor superior aos 664 milhões registados em igual período do ano anterior. O quarto trimestre de 2013 foi mesmo o melhor "último trimestre" dos anos recentes, sendo apenas superado pelos 834 milhões de euros gastos em 2010.

Apesar do crescimento registado, os diferentes segmentos que compõe o mercado tecnológico mostraram tendências mistas.

Um dos que mais contribuiu para a evolução positiva foi o sector das telecomunicações que cresceu 10,8% entre o último trimestre de 2012 e o de 2013. Os smartphones foram o grande motor deste resultado positivo, tendo as vendas aumentado 67% no espaço de um ano, sendo que o valor total das receitas gerado pelos telemóveis inteligentes trepou 69%.

Os tablets também foram um factor de peso para o crescimento do negócio tecnológico em Portugal. De acordo com a nota de imprensa da GfK, estes equipamentos já são responsáveis por 33% do mercado de informática, sendo que outros 40% pertencem aos computadores. Ainda assim a venda de PCs caiu 4% em comparação com o último trimestre de 2012.

Os pequenos e grandes eletrodomésticos foram outras duas áreas que apresentaram crescimento.

[caption]Nome imagem[/caption]

Do lado negativo destaque para a fotografia que caiu 10,3%, muito por causa da fraca venda de máquinas compactas. Diz a GfK que "à medida que os fabricantes de telemóveis vão tornando melhores as lentes e a capacidade de criar imagens/filmes com os smartphones, mais se irá acentuar ou pelo menos manter a tendência".


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.