Os países da União Europeia, a par do Liechtenstein, Noruega, Islândia e Suíça, assinaram esta sexta-feira a declaração de Tallinn para o e-Government, onde são definidos os princípios da adoção de uma política comum de desenvolvimento do governo eletrónico.

O documento assinala o compromisso dos seus signatários a avançarem conjuntamente com a transformação digital “a nível nacional, regional e local”, assim como nas instituições europeias onde tal estratégia seja aplicável.

A declaração cobre um período de cinco anos, ou seja, até 2022. Durante esse tempo, os 32 países que assinam o documento concordaram em fazer evoluir o processo tendo por base seis linhas de ação.

Cobrem aspectos como o “digital by default”, inclusão e acessibilidade, o princípio do “once only” para a reutilização de dados e plataformas ou a confiança e segurança, com a promoção para a implementação de uma regulação para a identificação eletrónica.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.