Nove dos 18 estados norte-americanos que desencadearam o processo legal contra a Microsoft querem que a gigante de software seja mais fortemente penalizada. Estes estados - os mesmos que não assinaram o documento legal proposto pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos para resolver a acção de antitrust vão hoje apelar à juíza federal Coleen Kolar-Kotelly que imponha sanções mais duras e que elimine uma longa lista de lacunas legais do texto do acordo, noticiou o New York Times.



Na sua opinião, estas lacunas iriam conceder à Microsoft espaço de manobra para discriminar e retaliar contra as fabricantes de computadores e empresas rivais produtoras de software. Contudo, na lista de penalidades propostos que será entregue a um Tribunal distrital de Washington, os estados não incluem a imposição de limites à arquitectura de software da Microsoft ou de barreiras que impeçam a companhia de integrar aplicações no seu sistema operativo Windows ou que a obriguem a licenciar o código-fonte do seu software a companhias concorrentes.



Os procuradores-gerais dos nove estados debateram hoje se devem ou não propor que sanções mais duras como estas sejam impostas à Microsoft no caso de quaisquer eventuais futuras violações de uma decisão judicial que a empresa tenha aprovado inicialmente.



Outra questão discutida foi uma proposta que obrigaria a Microsoft a oferecer aos clientes a hipótese de escolherem se desejavam que a empresa pré-integrasse no seu sistema operativo certas aplicações, como um leitor de áudio e vídeo, software de fotografia digital, programas de instant messaging e o browser da Web Internet Explorer.



Nos termos desta proposta, a empresa seria obrigada a facultar aos fabricantes de computadores e aos consumidores a opção de adquirir um sistema operativo da Microsoft sem conter essas aplicações.



Notícias Relacionadas:

2001-12-04 - Microsoft apela a CE para rejeitar licenciamento do código-fonte do seu software

2001-11-28 - Microsoft renuncia a audiência com CE para acelerar resolução de caso antitrust na Europa

2001-11-21 - Microsoft chega a acordo nos processos antitrust privados

2001-11-07 - Nove Estados norte-americanos prosseguem processo contra Microsoft

2001-11-02 - Caso Microsoft com resolução à vista

2001-08-30 - Comissão Europeia aumenta acusações contra Microsoft

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.