A Microsoft abriu um novo centro de dados na Europa, que servirá de quartel-general da empresa para o desenvolvimento e oferta de serviços de alojamento e cloud computing na região EMEA que, além da Europa, inclui o Médio Oriente e África.

O centro - originalmente anunciado em Novembro de 2007 - representa um investimento de 338 milhões de euros e é o primeiro do género criado pela fabricante fora dos Estados Unidos.

Citado pela imprensa local Jean-Phillipe Courtois, presidente da Microsoft Internacional, afirma que a estrutura dará suporte a uma nova geração de serviços online, dirigidos a consumidores e empresas.

A estrutura amiga do ambiente foi construída de raiz para cumprir todas as normas europeias em matéria de eficiência energética, o que torna a sua manutenção mais barata que a de um centro construído há apenas três anos, diz a Microsoft, citada pelo VnuNet.

As baixas temperaturas médias da Irlanda são um dos factores aproveitados para assegurar o sistema de arrefecimento do centro, reduzindo drasticamente o consumo energético associado ao processo. A utilização do ar, em substituição da água, permite poupar mensalmente 18 milhões de litros de água mês.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.