O fenómeno é mundial e está mais do que provado, mas ao que aparenta, não se cinge apenas à versão para computador. Em abril, Fortnite gerou mais de 250 milhões de euros em receitas (296 milhões de dólares) entre as várias plataformas em que está presente, dobrando assim a marca alcançada em fevereiro, mês em que ultrapassou, pela primeira vez, os números do seu maior concorrente: PlayerUnknown’s Battlegrounds.

A imprensa especializada sublinha que o que distancia ambos os títulos é o modo gratuito de Fortnite, que faz com que o jogo chegue às mãos de um público mais extenso. O dinheiro é ganho com compras in-game, sendo que as skins são o produto mais popular. Os avolumados números devem-se à frequência com estes (e outros) itens são vendidos. Note que o jogo chegou mesmo a fazer mais dinheiro em abril, do que o filme Avengers: Infinity War fez durante o seu primeiro fim-de-semana nos cinemas.

Fortnite chega ao Android este verão
Fortnite chega ao Android este verão
Ver artigo

De acordo com a Sensor Tower, os resultados financeiros da Epic Games continuam em ascensão graças às receitas geradas pela app, que tem arrecadado cerca de um milhão de dólares por dia desde a sua estreia.

As estimativas apontam para que o crescimento se mantenha, graças à estreia do jogo na plataforma Android, que deverá acontecer durante o verão. Adicionalmente, a Epic Games está empenhada em dinamizar a cena competitiva em torno do jogo, com o investimento de 100 milhões de dólares no lote de prémios a atribuir durante os próximos torneios.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.