As pretensões da Google relativamente ao registo da marca Nexus One, que já usa comercialmente no seu primeiro smartphone, produzido em parceria com a HTC, não tiveram sucesso.



A empresa terá visto recusado pelo gabinete americano de patentes e marcas registadas o pedido de registo da marca. A decisão baseou-se no facto de já existir no mercado uma marca registada muito semelhante.



A marca que gorou as expectativas da Google, Nexus, é propriedade da Integra Telecom e diz respeito a produtos de comunicações integradas de voz e Internet e segundo dados citados pela imprensa internacional gera anualmente um negócio de 60 milhões de dólares.



Restarão à empresa opções como a de mudar o nome do seu smartphone, contestar a decisão do gabinete de patentes ou tentar adquirir à Integra o nome que escolheu para marcar a sua presença no mercado dos equipamentos móveis. Um nome que, aliás, deu alguma controvérsia desde o início.



Numa entrevista, um responsável da Integra mostrava abertura para negociar com a Google uma possível solução para a questão mas, de acordo com o The Inquirer, a Google estará mais inclinada para a contestação da decisão do gabinete de patentes, tendo em conta que o nome que pretende registar é Nexus One e o nome já registado é apenas Nexus.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.